13 of novembro de 2009

Ganhar mais com seu site otimizando o uso de imagens

FAQ boo-box, Publishers Postado por

O tamanho, disposição e formas de utilização de imagens em um site varia bastante. Mas, basicamente, há duas maneiras de se utilizá-las em sites:

1. Um thumbnail que dá um preview e acesso a mais conteúdo. Seja o conteúdo uma versão maior da mesma imagem, ou link para artigos, vídeos e outros sites.
2. Ilustração pura e simples inserida paralelamente ao conteúdo, como no caso de artigos e notícias.

Imagens como thumbnails para artigos

Imagens como thumbnails para artigos

Entretanto, existe uma maneira de combinar essas formas de utilização em uma terceira, criando a possiblidade de rentabilização. Um estudo  demonstra que as pessoas são atraídas naturalmente por imagens, e quanto maior a imagem, melhor(fonte). Não apenas isso, mas também existe a tendência de se clicar em imagens, mesmo quando não há qualquer indicação de que isso resultará em algo (como por exemplo uma alteração de estado no mouse over, ou a presença do ícone “mãozinha”, indicando link).

Em muitos sites, especialmente de notícias, há pequenas e médias imagens inseridas no conteúdo com uma opção “clique para versão maior”. Mas, isso é na verdade um desperdício de recursos. Está sendo criada uma etapa a mais para o usuário acessar o mesmo conteúdo, apenas maior.

Imagem chamando a própria imagem

Imagem chamando a própria imagem

Salvo excessões de imagens muito detalhadas, por que não inserir a imagem em tamanho maior diretamente no conteúdo de texto? Ao fazer isso, é possível utilizar essa tendência natural de clicar em imagens para acessar outro conteúdo.

No caso, o conteúdo pode muito bem ser um link boo-box. Assim, o usuário terá acesso a outras informações, sejam produtos ou campanhas, que podem ser interessantes para ele e financeiramente benéficos para o publisher, aumentando a possibilidade de rendimento.

Muitos sites se utilizam de barras ao lado do conteúdo principal para inserir anúncios publicitários. E, embora eles recebam alguma atenção, os usuários estão ficando cada vez mais acostumados com essa prática e passam cada vez mais a ignorar aquele espaço. Enquanto isso, imagens inseridas no conteúdo possuem um “fator surpresa” que capturam a atenção de quem está visitando o site, e já estão contextualizadas pois foram selecionadas pelo publisher especialmente para aquele conteúdo.

É preferível usar imagens grandes para essa prática não só pelos motivos acima, mas também porque uma imagem pequena passa a idéia de “clique para ampliar”, o que pode gerar frustração ao usuário caso ele clique e veja um conteúdo diferente do que ele espera. Se a imagem já é grande, ele já acessou aquele conteúdo, e clica nela por curiosidade.

rio

Um detalhe curioso, mas que pode ser útil não só para a inserção de imagens em conteúdo, mas também para a criação de layouts em sites e campanhas, é a atração por rostos e olhos. Além de sermos atraídos por imagens em geral, rostos e olhos costumam prender ainda mais nossa atenção. E não apenas isso, mas também a direção para a qual os olhos numa imagem estão apontando, influenciam como vamos ler determinado conteúdo (fonte) .

olhos1olhos2olhos3olhjos4

Uma boa prática parece ser, então, usar thumbnails e outras imagens menores em uma página principal, utilizando-as para dar acesso aos artigos e notícias. Nas[bb] páginas individuais, use as imagens em tamanho grande (no mínimo 210×230 pixels) com links boo-box.

E, ao usar imagens com rostos humanos, procurar notar para onde eles estão olhando e tirar proveito disso nos layouts e distribuição de conteúdo.