09 of fevereiro de 2012

Crie seu banco de imagens com o Flickr

Pimp your blog, Publishers Postado por

Saiba como utilizar os recursos do Flickr a serviço do seu blog. Fique ligado nas nossas dicas:

O Flickr é uma ferramenta gratuita que permite armazenar até 100 MB de fotos mensais, bastante usado por fotógrafos profissionais que desejam divulgar seu trabalho como um portifólio online e também por uma série de empresas e profissionais que precisam ou desejam ter um banco de imagens. Mas também poder ser usado por qualquer pessoa, amadores e apaixonados por fotografias, blogueiros e outros que aspiram compartilhar boas imagens e histórias, nessa rede que ilustra de certa forma a personalidade de cada um.

Crie seu banco de imagens com o Flickr

Por meio de perfis, os usuários podem criar sua página, com álbuns, sets e ainda participar de grupos. Vale destacar que para os que tenham interesse em expor mais de 100 MB, é necessário ativar uma conta Pro, na qual você paga para poder usar mais espaço e recursos.

Agora que você já sabe o que é o Flickr, fique ligado em como participar dessa rede:

Crie uma conta no Flickr. Você pode logar com seus dados do Facebook, Google ou criar uma nova conta do Yahoo. Independente do canal que escolheu, você precisa pensar em um username para a sua página, este nome fará parte da sua url. Ex: flickr.com/username. Uma dica legal é adotar como username o nome do seu blog.

Personalize a página. Essa fase é muito legal, você pode deixar o Flickr com a sua cara. É preciso inserir uma foto no seu futuro perfil, preencher alguns dados pessoais (não é obrigatório), escolher fuso-horário, língua e escrever uma breve mensagem para quem visita a sua página.

Mãos a obra. Basta fazer o upload das fotos do seu computador, o Flickr é uma ferramenta prática e permite inserir várias imagens ao mesmo tempo. Nessa etapa você pode adicionar descrições, títulos e tags em suas fotos.

Privacidade. Depois de fazer o upload da foto, você tem duas opções para escolher na área “Definir a privacidade”. A primeira é se a foto será liberada para toda a rede Flickr e a segunda, somente para os amigos do seu perfil. Mesmo que você escolha a opção liberada para toda a rede, as pessoas não conseguem copiar suas fotos com alta resolução. O ideal é que você deixe suas imagens abertas para atingir um número maior de pessoas e, com isso, trazer mais pessoas para o seu blog.

Álbuns. No Flickr você pode criar álbuns de acordo com a data, assunto, tamanho, título e outras regras que quiser criar. Agrupe suas fotos e vá até a opção “Minhas coisas/Álbuns”. Pronto, você criou seu primeiro álbum. Muito fácil, não?

Crie bancos de imagem. Use os recursos de albuns do Flickr para criar bancos de imagens com as fotos e ilustrações de seu blog e também com imagens que tenham a ver com os temas que você aborda nele.

Ache seus amigos. Agora que você já tem seu perfil montado e álbuns de fotos, que tal compartilhar esses flashes? Na opção “Contatos” é possível buscar pessoas pelo nome e convidar amigos para participar do seu Flickr. Além dos amigos, você também pode se relacionar com pessoas com interesses comuns e com os leitores do seu blog.

Se envolva. A interatividade é um grande ponto positivo no Flickr. Toda vez que você acessa sua página, uma mensagem de saudação aparece em uma língua diferente. Então, porque não reunir ideias e pessoas de lugares e culturas distintas? Para participar de um “Grupo” basta procurar na opção assuntos e temas do seu interesse. Aproveite essa oportunidade para participar de grupos que tenham a ver com o tema do seu blog.

Aproveite tudo o que o Flickr oferece, ele é um serviço que ultrapassa as fronteiras e você pode usá-lo como uma ferramenta profissional para o seu blog.

A boo-box está lá, e agora criou um novo álbum com fotos do que está rolando na Campus Party, acesse e fique por dentro!

  1. Rafael Faria | fevereiro 9, 2012 @ 14:11 - Responder

    Já uso o Flickr a um bom tempo. Confesso que nem sempre é fácil inserir imagens até PQ quanto mais imagens colocamos, mais títulos e descrição temos que escrever, mas por outro lado se o trabalho fotografico for bom ou relevante ao autor, vale a pena o esforço.
    Belo post

  2. patricia | fevereiro 10, 2012 @ 14:45 - Responder

    Uso o Flick em meu site http://cinemabh.com onde todas as imagens do meu site são armazenadas lá. Atualmente tenho um plano pago, mas vale a pena pela quantidade de imagens que o meu site usa. Além disse é possível colocar as imagens no site como Slideshow o que facilita muito quando há um grande número de imagens. Eu indico, pois vale a pena. E parabéns pela matéria.