10 of julho de 2012

Custo de Produção de Blog: Conheça e evite surpresas

Pimp your blog, Publishers Postado por

Os custos de produção e manutenção de um blog fazem parte do processo para criar um blog de sucesso. Muitas vezes esquecido ou subestimado, saber o quanto seu blog vai custar é a diferença entre um blog de sucesso e um que sai do ar poucos meses depois de lançado. Saiba como se planejar financeiramente com as nossas dicas.

Entre os cuidados na hora de criar um novo blog, é importante que você tenha em mente quais serão os custos iniciais e também de manutenção. Embora manter um blog tenha se tornado cada vez mais fácil, muitas tarefas podem não ser tão simples, ou você pode não ter a habilidade ou o tempo necessário para realizar todas essas tarefas. E aí não há outra solução a não ser contratar alguém para fazer esse trabalho.

Do layout à instalação do seu blog, várias tarefas gerarão custos, e é importante que você levante esses valores logo no começo do projeto para não ter surpresas. Coisas como criação do logo, wireframe e layout, definição do servidor a ser usado e as manutenções regulares no WordPress precisam ser definidas e avaliadas.

O primeiro passo é decidir quem prestará esses serviços para você. E aí fica a mesma dica que cabe para qualquer outro trabalho de prestação de serviços: pesquise pelo menos três fornecedores, avalie os custos e prazos de entrega e se houver uma diferença muito grande entre as propostas, procure novos fornecedores, até encontrar um que lhe pareça interessante.

Geralmente uma diferença muito grande no valor do trabalho pode significar uma diferença também na qualidade, mas evite se basear apenas em valores: peça junto da proposta referências de trabalhos anteriores, pergunte a conhecidos do meio se eles conhecem e recomendam a pessoa ou a empresa.

É como pensar em um prestador de serviços do dia-a-dia: você não contrata o primeiro marceneiro que aparecer para fazer os móveis da sua casa (ou, pelo menos, não deveria contratar…) e nem faz compras na primeira loja que aparecer na sua frente. E com seu blog profissional a filosofia deve ser a mesma. Da mesma forma que o armário que custou o dobro do preço normal e não ficou do jeito que você queria, um layout mal criado ou uma instalação do WordPress configurada de qualquer jeito pode te dar várias dores de cabeça.

A mesma coisa vale também para o servidor onde o blog ficará hospedado: não adianta nada contratar um servidor com preços absurdamente baixos e no final das contas ver seu blog sair do ar com meras mil visitas.

Com base em todos os valores envolvidos, somando tanto o custo inicial (layout, instalação do WordPress, registro do domínio) e o custo de manutenção (servidor, manutenção do blog), você pode desenvolver um plano de crescimento para o seu blog. Ou seja, se você previu que seu blog renderia mensalmente X, em quanto tempo você terá o retorno do investimento inicial? Quanto é preciso ganhar com ele mensalmente para que o blog não apenas se pague, como também lhe retorne algum valor? E quais são seus planos para que isso aconteça? O quanto você está disposto a pagar até que o blog comece a ser lucrativo?

Obviamente, você não precisa gastar um valor absurdo logo de começo. Se o valor inicial que você possui para investir for pequeno e o crescimento do blog não for afetado imediatamente, você pode começar com um servidor mais simples ou um layout mais básico, ou até mesmo usar o Blogger ou o Tumblr, podendo migrar logo depois para uma solução maior e mais cara.

Ao planejar com calma e logo no início do projeto os custos do seu blog você dificilmente terá problemas e sustos mais pra frente. É muito comum vermos idéias muito boas sendo abandonadas quando o blog cresce demais e o preço de mantê-lo no ar não foi planejado. Planeje-se com atencedência e procure os melhores fornecedores para que seu projeto continue no ar e cresça cada vez mais. :)

  1. Junior Net | julho 17, 2013 @ 12:56 - Responder

    Achei interessante isto, mas no meu caso, já sabia sobre isto e estou mais a procura de alguma matéria abordando custos e viabilidade com websites e blog, explicando quando usar cada um. Isto é superinteressante e tem q ser estudado pelo profissional da área porque um serviço pode sair muito caro e acabar se tornando inviável. Tenho um exemplo típico e muito comum: WordPress Vs Website. Se você vai fazer um simples site apenas para divulgar uma empresa na internet (maior parte da páginas são estáticas!), e hospeda o mesmo num host como o Locaweb (brasileiro), tem-se o custo do registro mais 30 reais mensais caso trata-se de um plano individual. No primeiro mês são aproximadamente R$60 só de custo para o profissional que vai fornecer o site! Já um blog em WP sai por menos disto e a taxa é anual! Pelo menos foi o que me disseram e estou investigando isto. Tô meio desmotivado a produzir websites, visto que o custo com blog é bem mais baixo… Precisamos no mínimo conhecer as vantagens de um site em relação aos blogs WP, e apelar a bons templates.