29 of setembro de 2010

Como divulgar os posts do seu blog

Pimp your blog, Publishers Postado por

Além de um texto bem escrito, outras coisas são importantes para que um post seja encontrado e lido na Internet. Ferramentas para usuários de Blogger, WordPress e outras plataformas ajudam a automatizar esse trabalho e aumentam o potencial de viralização do conteúdo.

As ferramentas mais utilizadas são as de compartilhamento de conteúdo,como por exemplo o Tweet Button, do próprio Twitter, assim como o Buzz Volume – que é customizável e suporta WordPress, Blogger, Tumblr e inserção de código manualmente em qualquer outro tipo de página html, similar ao Topsy.

 

Outros plugins que abrangem esse compartilhamento para além do Twitter estão no Shareaholic, um aplicativo disponibilizado a navegadores como Firefox, Opera, Chrome, Safari entre outros, onde também é possível utilizar e replicar o conteúdo ou o link do post para redes como Facebook, Tumblr, Google Buzz, Del.icio.us, Google Reader e outros através de um plugin para WordPress.

O Facebook tem o famoso botão “curtir” que pode ser colocado nos posts (tem plugin WordPress) e também é possível criar uma página no Facebook, como uma “fan page” com o conteúdo do blog.

Além disso, é possível também linkar suas contas de Twitter e Facebook, para que sempre que twittar, seu Facebook seja atualizado. Assim, ao twittar um conteúdo seu (manual ou automaticamente), ele será linkado também no Facebook.

Quanto mais seus textos estiverem espalhados pela web, maiores são as chances que ele tem de ser encontrado, lido e compartilhado.

No blog Fake-doll há plugin do Link Whitin e Curtir do Facebook

Compartilhamento automático através de redes sociais para blogs:

Existem redes sociais e indexadores de blogs – exemplos são o NetworkedBlogs -, Technorati e o brasileiro BlogBlogs, um agregador de blogs em língua portuguesa e o maior site de busca, ranking e indexação de blogs do Brasil.

O Google está repleto de ferramentas como Google Friend Connect, que permite aos leitores fazerem parte da “comunidade” do blog. Há também as ferramentas usuais, como disponibilizar link de feeds para que os leitores possam assinar através do Google Reader :) E claro, o Google Buzz. Uma boa ferramenta para acompanhar o desempenho dos seus feeds é o FeedBurner, onde você também disponibiliza a assinatura do seu conteúdo via e-mail.

Atenção com escrita, SEO, links e tags:

Todo texto tem palavras chaves, e, através das tags certas e do uso de SEO, potencializam a busca de seu conteúdo. Seja sempre claro no título e no texto, e use bastante tags relevantes. Para facilitar o trabalho, há plugins de auto tag para WordPress.

Linkar textos similares ou que tratam do mesmo assunto, tanto dentro do blog como em outros blogs, é essencial para troca de informações. Dentro do blog pode-se usar o LinkWithin que funciona em blogger também. E, para textos fora do blog, há o trackback que age como uma conversa entre os blogs e o assunto que estão tratando no post.

E, ao utilizar conteúdo ilustrativo, como imagens do Flickr e vídeos do YouTube, procure usar o código embed fornecido por esses sites, que mostram ao dono das imagens onde elas estão aparecendo e podem sempre visitar seu conteúdo para conferir. Mas, lembre-se: jamais pegue conteúdo ou arquivos direto de outros blogs através de hotlinking.

Ferramentas da boo-box

A própria boo-box tem uma ferramenta de divulgação de conteúdo através do Twitter. É o nosso seeding. Para iniciar a publicação automática do seu conteúdo no Twitter, faça login no seu painel boo-box e autorize a publicação de links boo-box no seu twitter. Em seguida, marque a opção “Publicar links de feed” e coloque o endereço do feed do seu site ou blog.

Essas são algumas dicas que encontramos para a divulgação de conteúdo. Queremos ouvir outras. E vocês, o que usam? Deixem nos comentários!

  1. THIAGO MARTINS | novembro 11, 2010 @ 20:49 - Responder

    Gostei da opção de atulizações no twitter, vou aderir, uso um outro tweetfeed, mas não funciona muito bem link poucas postagens…

  2. blonde clip in hair extensions | setembro 8, 2013 @ 7:08 - Responder

    Great blog post. A few things i would like to bring up is that pc memory is required to be purchased if the computer is unable to cope with that which you do along with it. One can put in two good old ram boards having 1GB each, for instance, but not certainly one of 1GB and one having 2GB. One should make sure the maker’s documentation for own PC to be sure what type of ram is needed.