05 of julho de 2012

Linkar é muito mais do que apenas trocar links

Pimp your blog, Publishers Postado por
É muito comum ver blogueiros iniciantes entrarem em contato com outros blogs, pedindo parcerias e trocas de link para aumentar visitas. Mas será que essa prática é realmente benéfica para o seu blog? 

Do Aurélio:  “Parceria: reunião de pessoas para um fim de interesse comum, sociedade, companhia”. O que isso significa quando falamos de parcerias para trocas de links?

Ao começar uma sociedade para uma nova empresa ou negócio, é quase impossível imaginar um cenário onde você se torne sócio de alguém que não conhece ou não confia. A mesma coisa se aplica à companhias: você não anda com quem não gosta, não vai beber com quem não considera legal.
Se fazemos isso naturalmente no dia-a-dia, qual a razão de considerar que uma troca de links com vários blogs pode ser benéfico para você, ou que vale a pena sair pedindo para trocar links com blogueiros que você mal conhece?A resposta mais natural é que um link ou um selo a mais no seu blog não fará diferença alguma, e vice-versa. Afinal, é algo que ocupa uma porção pequena do seu layout, e mesmo que traga apenas uma meia dúzia de visitas, ainda é um bom custo-benefício, certo?

Errado.

O príncipio básico de uma parceria de sucesso é que ambos os lados tenham um objetivo em comum, e que você conheça a pessoa, confie nela e goste dela como profissional. E isso precisa ser levado em conta mesmo em um esquema simples como troca de links. Uma troca ruim pode te trazer mais prejuízo do que parece.

Por exemplo: a troca de links visando tornar seu blog mais relevante para os buscadores é mal visto pelo Google, e inclusive ele deixa isso claro em suas diretrizes de qualidade (veja o terceiro item da lista): Não participe de esquemas em que os links são usados para aumentar a classificação do seu site ou das páginas com o PageRank. Principalmente, evite links para autores de spam ou para “más vizinhanças” na Web, já que estes tipos de links podem prejudicar a classificação do seu site.

Ou seja: ao linkar um blog que o Google considere ruim ou de má-qualidade, você corre o risco de também ser penalizado e ter seus posts aparecendo várias posições pra baixo nas buscas. Aí é necessário se perguntar “as visitas que esse blog me traz valem a penalização?”.

Claro, muitos devem ler essa recomendação e imaginar que a melhor solução é linkar apenas blogs grandes e famosos. Novamente, errado. Mesmo blogs grandes podem ter problemas. E não há garantia alguma de que eles vão te linkar de volta. Além do mais, você já parou para pensar se seu blog parece confiável aos olhos de outros blogueiros? Volta e meia damos dicas sobre como melhorar sua reputação, mas o ideal é que antes de propor qualquer parceria ou troca de links você se apresente, fale do seu trabalho, fale do que gosta, crie uma relação com os blogueiros. Chame-os para beber, é fato que blogueiros inteligentes, bonitos e sagazes curtam uma cerveja. :)

Há um outro ponto importante quando falamos de linkar outros sites: quando você publica um link para um material, seja no seu blog, no twitter ou em outras redes sociais, é como se você estivesse endossando aquele conteúdo. Ou seja, seus leitores e amigos consideram que aquilo que você está recomendando tem a ver com você, mesmo que seja um assunto que você desaprove. E o que acontece quando você linka para um blog ruim, pesado, com erros de ortografia, links quebrados, imagens grosseiras, textos mal escritos e outros problemas? O seu leitor vai considerar que a sua reputação como “curador” de conteúdo não é lá essas coisas.

Podemos comparar a situação de outras formas: imagine que você recomendou uma loja para um amigo, dizendo que era uma loja muito boa. Se esse seu amigo for até a loja e só encontrar produtos caros, for maltratrado, ou se o produto vier com defeito, ele vai reclamar com você. Ou, pior: se você fez questão de que ele fosse até a loja, é capaz de que esse amigo fique irritado ou magoado, e talvez até pare de falar com você.

Se você gosta dos seus visitantes e quer que eles tenham uma experiência positiva ao visitar seu blog, pense em quem você está linkando, e quais os motivos para o link aparecer lá. Leve seus visitantes a ler apenas conteúdo que você considera de qualidade, e não fique preocupado em linkar apenas se você for linkado de volta. Se seu conteúdo for bom e seu relacionamento com outros blogueiros for saudável, em pouco tempo você estará ganhando links sem nem precisar pedir.

  1. walter | julho 13, 2012 @ 20:56 - Responder

    Sou um blogueiro iniciante e gostei bastante do conteúdo do post.Bastante informático, com um texto agradável de ler.

  2. Hilton | setembro 14, 2012 @ 17:40 - Responder

    O texto diz tudo sobre “parceria”. Mas parece que é tão dificil enfiar essa informação na cabeça de alguns Blogueiros. Quando alguem pedir parceria e trocar links “pra ajuda… na moral”, vou mandar o link desta pagina, rsrs.

  3. produtoxdinheiro | janeiro 14, 2013 @ 17:35 - Responder

    Muito interessante a matéria, vamos colocar em prática e ver no que resulta ^^.

  4. Luiz Carlos Sá | dezembro 12, 2014 @ 23:55 - Responder

    Artigo perfeito.

    Muitas vezes a forma como é feita a parceria não beneficia nenhum dos envolvidos.

    Acredito que a melhor parceria e o melhor link que podemos conseguir, é de forma natural, ou seja um editor leu o seu artigo e gostou, a chance do seu site ser linkado é muito grande. Isso gera mais confiança e credibilidade.

  5. Antonio Lopes Bezerra | junho 18, 2015 @ 21:15 - Responder

    Site muito interessante.

  6. Pistar Webdesigner | maio 28, 2016 @ 1:27 - Responder

    Excelente artigo. Atualmente o google cobra muito de nós os links para posicionamento no google, quanto mais por dentro das ideias de links melhor.